"O grande responsável pela situação de desequilíbrio ambiental que se vive no planeta é o Homem. É o único animal existente à face da Terra capaz de destruir o que a natureza levou milhões de anos a construir"





quinta-feira, 10 de março de 2011

Allium ampeloprasum

Alho porro bravo

Allium ampeloprasum, vulgarmente denominado alho porro bravo é uma planta inconfundível devido aos seus longos caules e às vistosas inflorescências redondas, de cor rosada ou lilás.

A planta nasce de um bolbo cujo tamanho varia consideravelmente. Com o passar dos anos vão-se formando bolbilhos em torno do principal, os quais vão dar origem a novas plantas. No final do inverno surgem as primeiras folhas de cor verde-azuladas e que por vezes se dispõem em roseta.

As folhas são simples, longas e finas, mais ou menos suculentas, alternadas e com a bainha fechada. Do centro da planta nasce uma haste floral longa e sem folhas. Inicialmente é uma estrutura sólida mas à medida que cresce, torna-se oca pelo que não cresce absolutamente direito, antes encurva ligeiramente.



No topo desta haste desenvolve-se uma inflorescência de forma esférica, com uma bráctea caduca na base. Este forma de agrupamento das flores é chamada de umbela pela semelhança da sua estrutura com a de um guarda-chuva, possuindo de 50 até 2.000 flores.

Na verdade, a inflorescência é constituída por um agregado de muitas pequenas inflorescências de 5 a 10 flores, cada uma delas abrindo numa sequência definida, o que causa considerável irregularidade no processo de abertura das flores. Em geral, há uma amplitude de 25 até mais de 30 dias, entre a abertura da primeira e da última flor de uma mesma umbela.
O Allium ampeloprasum prefere os terrenos arenosos do litoral e os terrenos pedregosos mas também se encontra em terrenos baldios do interior.



Floresce durante os meses de junho e julho. Depois, as flores vão secando lentamente e transformam-se em frutos capsulares que permanecem na planta durante largo tempo.
De notar que todas as partes da planta exalam o cheiro caracteristico do alho.

O Allium ampeloprasum pertence à família botânica das Alliaceae que conta com cerca de 700 espécies distribuídas pela maior parte dos continentes excepto trópicos, Austrália e Nova Zelândia. As espécies desta família são plantas perenes ou anuais, herbáceas, com caule subterrâneo do tipo bolbo, folhas longas e finas e flores reunidas em inflorescências. A família das Alliaceae divide-se em 30 géneros, nomeadamente o género Allium no qual se incluem não só o Allium ampeloprasum e outras plantas ornamentais mas também algumas espécies fundamentais na dieta alimentar mediterrânica, como é o caso da cebola e do alho.

Texto e fotos de:
Fernanda Delgado do Nascimento  http://floresdoareal.blogspot.pt/

(exceto quando especificado).

Fotos - Arribas da Praia do Caniçal/Lourinhã

Sem comentários:

Enviar um comentário